quinta-feira, 18 de agosto de 2011

video



15 de Agosto festa da Padroeira N. Senhora da Palma

A festa da Padroeira, ocorreu com grande participação dos fiéis do município e dos filhos de Baturité radicados em Fortaleza que, vieram prestar homenagem a nossa santa mãe N.S. da Palma.
Os jovens tiveram grande participação, de religiosidade, amor , paz e união.
Os comerciantes fizeram donativos em beneficio da pintura da Igreja, mas é preciso mais doações, para outras recuperações.
O Pároco Padre Edmilson Mendes Menezes, tem uma grande atuação entre os fieis e comunidade, desenvolvendo um trabalho junto aos jovens com bons resultados.
O Cacique Miguel da Silva Cardoso, foi o fundador da Aldeia “Comum”, depois de chefiar a migração das duas tribos vindas da cabeceira do Rio Choró, nos sertões do atual município de Quixadá, para a verdejante Serra de Baturité.
Nessa migração os índios Jenipapo e Canindé trouxeram uma pequena imagem de Nossa Senhora da Palma de sua devoção desde quando foram missionados e batizados no começo do século XVIII e por isto a “Aldeia Comum” era chamada “Missão da Palma”, até a criação pelo Alvará de 08 de maio de 1758, da frequesia (Paróquia), desmembrada da de Aquiraz, instalada a “19 de junho de 1762”, pelo Padre Patricio Joaquim SJ, que foi o primeiro vigário da Paróquia de N. S. da Palma, a única existente em todo o Brasil com esta invocação.
Contando atualmente com 249 anos de existência.
A Igreja possui arte bizantina gótica, predominando o barroco. Esta Igreja já serviu para guardar munições e armamento de guerra, na confederação do Equador.
Atualmente o Pároco é o Pe. Edmilson Mendes Menezes, e o Vigário Paroquial Pe. Martinho Alves dos Santos Neto, estão desenvolvendo um trabalho digno, apreciado por todos.
Nina Moreira Viana
Baturité, 18 de Agosto de 2011

quarta-feira, 3 de agosto de 2011

BATURITÉ 153 ANOS DE EMANCIPAÇÃO POLITICA


BATURITÉ CIDADE CENTENÁRIA --CAPITAL DO MACIÇO

ESTÁ SITUADA NO SOPÉ DE EXUBERANTES SERRAS VERDEJANTES.
É UM INCENTIVO À CULTURA E TURISMO DE NOSSA BATURITÉ, QUE TEM A GRAÇA DE .TER UM DOS MAIS BELOS CENÁRIOS NATURAIS E CULTURAIS.
É UM RETRATO VERÍDICO DE UMA CIDADE QUE SE DESENVOLVE PELO TRABALHO DAS PESSOAS QUE LUTARAM E LUTAM PELO SEU DESENVOLVIMENTO, OBJETIVANDO MELHORIAS ECONÔMICAS, EDUCACIONAIS, SOCIAIS EM PROL DO POVO.
RECORDO DAS LINDAS PRAÇAS, COM BELOS JARDINS FLORIDOS E TAMBÉM FORMANDO ATRAVÉS DOS FICUS BENJAMINS ANIMAIS COMO GIRAFAS, ELEFANTES , TIGRES, ETC., ENCANTANDO AOS OLHOS DOS VISITANTES E DE TODOS NÓS FILHOS DA BELA CIDADE,TANTO QUE ERA COGNOMINADA "CIDADE JARDIM". SEU NOME BATURITÉ TEM O SIGNIFICADO PELAS TRIBUS ÍNDIGENAS DE "SERRA POR EXCELÊNCIA, OU "SERRA VERDADEIRA".
AS FESTAS DA PADROEIRA 15 DE AGOSTO E DE SANTA LUZIA 13 DE DEZEMBRO SÃO SEMPRE LEMBRADAS PELOS DEVOTOS DAS CITADAS SANTAS.
RELEMBRO COM SAUDADES DOS DIAS DAS RETRETAS NAS DUAS PRAÇAS, WALDEMAR FALCÃO E SANTA LUZIA, ANIMANDO A JUVENTUDE E AO POVO EM GERAL COM O SOM DA BANDA DE MÚSICA MUNICIPAL PERMÍNIO PLÍNIO BRITO, TOCADA NOS TRADICIONAIS CORETOS INESQUECÍVEIS DE NOSSA ÉPOCA.
EM 09 DE AGOSTO DE 1958 PELA LEI PROVINCIAL Nº 844, A VILA DE BATURITÉ FOI ELEVADA A CATEGORIA DE CIDADE, COM O RESPECTIVO NOME DE "BATURITÉ".
A EDUCAÇÃO SEMPRE FOI UM MARCO ESPONENCIAL AO ESTUDO DOS FILHOS E AMIGOS , QUE ESCOLHERAM A CIDADE DE BATURITÉ PARA O APRENDIZADO INTELECTUAL, MORAL E CÍVICO. NÃO RESTA A MENOR DÚVIDA DE GRANDES PERSONALIDADES BATURITEENSES OCUPARAM E OCUPAM DESTAQUE DE GRANDE PORTE, QUER NO ESTADO, NA NAÇÃO E NO EXTERIOR.

NESTA OPORTUNIDADE PEÇO AS AUTORIDADES COMPETENTES QUE CONSERVEM SEU PATRIMÔNIO HISTÓRICO E SUA MEMÓRIA.
VALORIZAR A CULTURA É PROVER A DIGNIDADE DO SER HUMANO.
AMADA BATURITÉ, 09 DE AGOSTO É TEU ANIVERSÁRIO, COMPLETAS 153 ANOS DE EMANCIPAÇÃO POLÍTICA, DIA INESQUECÍVEL PELOS BATURITEENSES.
SALVE A ANIVERSARIANTE, COM AS GRAÇAS DE DEUS E DE NOSSA SENHORA DA PALMA.

SAUDAÇÕES AOS FILHOS E AMIGOS DE BATURITÉ
NINA MOREIRA VIANA
FILHA DE BATURITÉ POR NASCIMENTO

BATURITÉ, 04 DE AGOSTO DE 2011